• Frete GrátisAcima de R$100 *
  • 34 Lojas FísicasDesde 1958
-17%
Sonridor Com 2 Comprimidos Efervescentes
Clique na imagem acima para ampliar

Sonridor Com 2 Comprimidos Efervescentes

Composição:PARACETAMOL
Cód. do produto: 16110
Disponibilidade: Disponível
De: R$3,70
Por: R$3,07
CALCULE O FRETE:
Se persistirem os sintomas o médico deverá ser consultado.
Sonridor Com 2 Comprimidos Efervescentes é um medicamento, seu uso pode trazer riscos. Procure o médico e o farmacêutico. Leia a bula.

Comprar Sonridor Com 2 Comprimidos Efervescentes com melhor preço na Drogaria Minas-Brasil Online!

Relacionados
Informações do produto
- Fabricante:SMITHKLINE
- Uso Oral
- Uso Adulto
Características do produto
RESULTADOS DE EFICÁCIA
Dor de garganta - Um grande estudo demonstrou eficácia significativa de uma única dose de 1 g de paracetamol comprimido em
reduzir a intensidade da dor e em proporcionar o seu alívio em dor de garganta por um período de 6 horas, comparado com placebo
(Schachtel 1988). Este estudo empregou medidas validadas e as diferenças foram clinicamente importantes.
Cefaléia - Foram relatados três grandes estudos randomizados, duplo-cegos avaliando a eficácia de paracetamol em cefaléia por
tensão, nos quais foram comparadas diversas doses de paracetamol com outros analgésicos e placebo (Peters 1983, Schachtel 1997,
Migliardi 1994). Dois estudos (Peters 1983, Schachtel 1991) revelaram valores cumulativos superiores estatisticamente
significativos de alívio de dor e somas cumulativas de diferenças em intensidade de dor por 6 horas para paracetamol 1 g,
comparado com placebo. Diferenças significativas, em comparação com placebo, foram observadas a partir de uma hora após a
administração, embora a separação em termos de benefício já tivesse iniciado apenas 30 minutos após a dose. O terceiro estudo
(Migliardi 1994) demonstrou que paracetamol 1g proporcionou alívio superior estatisticamente significativo da dor, comparado a
placebo.
Dor muscular - Um estudo randomizado, duplo-cego controlado por placebo investigou o efeito de tratamentos, incluindo
paracetamol (1 g) combinado com pseudoefedrina, em pacientes com resfriado comum (Loose 2004). Dor muscular generalizada
foi avaliada durante o estudo, tendo sido demonstrada superioridade significativa para o paracetamol combinado sobre o placebo
(p <0,05).
Enxaqueca - Um grande estudo de grupos paralelos avaliou a eficácia de paracetamol 1g, comparado com placebo, em ataque
isolado de enxaqueca (Lipton 2000). O paracetamol foi significativamente superior ao placebo após 2 horas da dose para taxa de
resposta de cefaléia, taxa de ausência de dor e para outros sintomas de cefaléia do tipo enxaqueca, como fotofobia, fonofobia e
incapacidade funcional. Um grande estudo cruzado avaliou a eficácia de paracetamol 1 g, comparado com diidroergotamina,
combinação paracetamol/diidroergotamina e placebo, em quatro ataques consecutivos de enxaqueca (Hoernecke 1993). Todos os
tratamentos ativos foram significativamente superiores ao placebo em reduzir em uma e duas horas a intensidade da dor, e levaram
ao declínio significativamente mais rápido da dor. Um segundo estudo cruzado (Pearce 1983) comparou paracetamol 900 mg com
ibuprofeno 400 mg no tratamento de enxaqueca clássica. Ambos os tratamentos reduziram a gravidade da dor comparado com a
base de referência (baseline).
Dismenorreia - Dois estudos controlados por placebo examinaram a eficácia de paracetamol na dismenorreia (Milsom 2002,
Pendergrass 1985). O primeiro estudo (Milsom 2002) integrava uma análise agrupada que comparou paracetamol 1 g com
naproxeno sódico 200 mg e placebo. O desenho foi de estudo randomizado, duplo-cego, cruzado de dose única em pacientes com
dismenorreia primária de intensidade moderada a grave. Para paracetamol, alívio máximo de dor foi observado em duas horas após
a dose. O paracetamol provocou alívio significativo da dor em 2, 3 e 4 horas após a administração em comparação ao placebo (p
<0,01), e alívio numericamente superior em 5, 6 e 7 horas após a administração. O segundo estudo (Pendergrass 1985) demonstrou
que paracetamol 650 mg era superior ao placebo em reduzir dor menstrual.
Dor dental - Seis estudos sobre dor dental são revisados (Cooper 1989, Kiersch 1994, Quiding 1984, Mehlisch 1990, Korberly
1980, Moller 2000). Todos foram grandes estudos cujo desenho era randomizado, duplo-cego e de grupos comparativos. Todos,
exceto um (Quiding 1984) foram controlados por placebo. O estudo sem controle por placebo comparou 2 doses de paracetamol
com codeína 60 mg. Um estudo foi realizado sobre dor pós-operatória (Korberly 1980), todos os outros foram avaliações pósoperatórias.
Em todos os estudos, paracetamol 1 g demonstrou ser estatisticamente superior ao placebo ou à codeína 60 mg (Quiding
1984). Em um estudo (Moller 2000), o paracetamol efervescente mostrou aparecimento mais rápido de analgesia do que
comprimidos padrão de paracetamol.
Osteoartrite - Uma meta-análise (Zhang 2004) sobre a eficácia de paracetamol no tratamento de osteoartrite revelou que paracetamol
era significativamente mais eficaz em aliviar a dor provocada por osteoartrite do que placebo.
Dor musculoesquelética - Um estudo sobre dor musculoesquelética aguda ou crônica moderadamente grave (incluindo dor em
ligamentos/óssea, dor lombar baixa por esforço, osteoartrite e 14 outras condições) foi realizado em 90 pacientes (Wade 1982). A
dor foi significativamente reduzida, comparado com a base de referência (baseline) no grupo de paracetamol, porém não foram
efetuadas comparações com placebo.
Febre - Um grande estudo bem desenhado em adultos com febre (associada com infecção do trato respiratório superior) avaliou a
eficácia de doses de 500 mg e 1.000 mg de paracetamol, comparado com placebo, para 6 horas após o tratamento (Bachert 2005).
Ambas as doses de paracetamol foram eficazes comparadas ao placebo (p <0,001) no período de 4 horas, e uma redução
significativa da temperatura, pelo paracetamol, persistiu por no mínimo 6 horas. Outro grande estudo controlado por placebo em
adultos com febre (Vargas 1994) avaliou uma dose única de 650 mg de paracetamol em modelo de febre induzida por endotoxinas.
Este estudo revelou alteração estatisticamente significativa e clinicamente relevante, desde o período basal, em temperatura sobre o
período de 8 horas para o paracetamol, em comparação com placebo. Outros estudos controlados demonstraram a eficácia
antipirética do paracetamol em crianças (Walson 1992, McIntyre 1996).
Indicação
Sonridor® é um analgésico e antipirético, sendo indicado para a alívio da dor de intensidade leve a moderada, incluindo dor de
cabeça, enxaqueca, dor músculo esquelética, cólicas menstruais, dor de garganta, dor de dente, dor pós-procedimentos
odontológicos, dor e febre após vacinação, e dor de osteoartrite.
Composição
Cada comprimido efervescente contém paracetamol (500mg), sorbitol, sacarina sódica, bicarbonato de sódio, povidona, lauril
sulfato de sódio, dimeticona, ácido cítrico e carbonato de sódio.
Posologia
O paciente pode tomar 1 a 2 comprimidos efervescentes de Sonridor®, dissolvidos em pelo menos meio copo com água (100 ml),
a cada 4 ou 6 horas, conforme necessário. Não ultrapassar a dose máxima diária recomendada, que é de 8 comprimidos
efervescentes deste medicamento a cada 24 horas, e respeitar o intervalo mínimo entre doses, que é de 4 horas. Enquanto o paciente
estiver tomando este medicamento, ele não deve fazer uso de outros medicamentos à base de paracetamol.
Advertências
Este medicamento não deve ser usado em caso de hipersensibilidade ao paracetamol ou a qualquer outro componente da fórmula.
- NÃO FAÇA AUTOMEDICAÇÃO. CONSULTE SEU MÉDICO.
- Ao persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado.
- Todo medicamento oferece riscos. Para evitar danos a sua saúde, procure orientações com o médico e o farmacêutico.
- Leia a bula
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.
Informações adicionais
  • Código do produto:
    16110
  • Código de Barras:
    7896015516017
  • Registro MS:
    1010701690154
  • Princípio Ativo:
    PARACETAMOL
Opiniões sobre o produto
Avalie este produto
A sua avaliação passará por uma aprovação antes de ser publicada.
Nome:
Título do Comentário:
Comentários:
Topo