Frete Grátis - Veja as regras
39 lojas físicas desde 1958
Até 3X sem juros no cartão
Enviamos para todo o Brasil
Compra segura 100% protegida
Gabapentina 400mg C/30 Cps Gen Ger
Gabapentina 400mg C/30 Cps Gen Ger

Gabapentina 400mg C/30 Cps Gen Ger

Código: 59192
Estoque: Indisponível
Ops!
Esse produto encontra-se indisponível.
Deixe seu e-mail que avisaremos quando chegar.
Venda proibida pela internet
Página meramente informativa sobre o produto
Venda somente nas lojas físicas com receituário adequado

Comprar Gabapentina 400mg C/30 Cps Gen Ger com melhor preço e entrega em todo o Brasil. Conheça todas as apresentações de Gabapentina

Frete Grátis
veja as regras
39 Lojas Físicas
desde 1958
Até 3X sem juros
a partir de R$100,00
OURO
Loja Ouro E-bit
eleita pelos consumidores

Para que serve Gabapentina - Germed Pharma

Epilepsia

A Gabapentina (substância ativa) é indicada como monoterapia no tratamento de crises parciais com ou sem generalização secundária, em adultos e em crianças a partir de 12 anos de idade. A segurança e eficácia da monoterapia em crianças com menos de 12 anos de idade não foram estabelecidas.

A Gabapentina (substância ativa) também é indicada como terapêutica adjuvante no tratamento de crises parciais com ou sem generalização secundária em adultos e em crianças a partir de 12 anos de idade.

Dor neuropática

A Gabapentina (substância ativa) é indicada para o tratamento da dor neuropática em adultos a partir de 18 anos de idade. A segurança e eficácia em pacientes com menos de 18 anos não foi estabelecida.

Fonte: Bula do Profissional do Medicamento Neurontin®.

Como Usar Gabapentina - Germed Pharma

Cápsulas

A Gabapentina (substância ativa) é administrada por via oral, podendo ser ingerido com ou sem alimentos.

Quando por julgamento clínico houver a necessidade de redução de dose, descontinuação ou substituição por um fármaco alternativo, isto deve ser feito gradualmente, nunca com menos de uma semana.

Comprimido Revestido

Os comprimidos revestidos de 600 mg podem ser divididos ao meio no sulco, resultando em duas doses iguais de 300mg.

Quando por julgamento clínico houver a necessidade de redução de dose, descontinuação ou substituição por um fármaco alternativo, isto deve ser feito gradualmente, durante no mínimo 1 semana.

Posologia do Gabapentina


Epilepsia

Adultos e pacientes pediátricos a partir de 12 anos de idade

Em estudos clínicos, a faixa de dose eficaz variou de 900 mg/dia a 3600 mg/dia.

O tratamento pode ser iniciado com a administração de 300 mg, três vezes ao dia no 1º dia, ou ajustando-se a dose (Tabela 2). Então, a dose pode ser aumentada em três doses igualmente divididas até um máximo de 3600 mg/dia.

Doses de até 4800 mg/dia foram bem toleradas em estudos clínicos abertos de longo prazo. O intervalo máximo entre as doses no esquema de três vezes ao dia não deve ultrapassar 12 horas, para minimizar o risco de convulsões.

Dia 1 Dia 2
Manhã ------ 300 mg

300 mg

Tarde ------ ------

300 mg

Noite 300 mg 300 mg

300 mg

Exclusivo Comprimido Revestido

Dia 1 Dia 2
Manhã ------

300 mg
(½ comprimido de 600 mg)

300 mg
(½ comprimido de 600 mg)

Tarde ------ ------

300 mg
(½ comprimido de 600 mg)

Noite

300 mg
(½ comprimido de 600 mg)

300 mg
(½ comprimido de 600 mg)

300 mg
(½ comprimido de 600 mg)

Dor neuropática

Adultos

A dose inicial é de 900 mg/dia, administrada em três doses igualmente divididas e aumentada se necessário com base na resposta ao tratamento até uma dose máxima de 3600 mg/dia. O tratamento deve ser iniciado titulando-se a dose (Tabela 2).

Exclusivo Comprimido Revestido

- Titulação inicial
- Dia 1
(300 mg)
Dia 2
(600 mg)
Dia 3
(900 mg)
1200 mg 1500 mg
Manhã ------

300 mg
(½ comprimido de 600 mg)

300 mg
(½ comprimido de 600 mg)

300 mg
(½ comprimido de 600 mg)

300 mg
(½ comprimido de 600 mg)

600 mg
(1 comprimido de 600 mg)

Tarde ------ ------

300 mg
(½ comprimido de 600 mg)

300 mg
(½ comprimido de 600 mg)

600 mg
(1 comprimido de 600 mg)

600 mg
(1 comprimido de 600 mg)

Noite

300 mg
(½ comprimido de 600 mg)

300 mg
(½ comprimido de 600 mg)

300 mg
(½ comprimido de 600 mg)

600 mg
(1 comprimido de 600 mg)

600 mg
(1 comprimido de 600 mg)

600 mg
(1 comprimido de 600 mg)

A dose de manutenção deve ser ajustada pelo médico, de acordo com a resposta do paciente, podendo-se chegar ao máximo de 3600 mg/dia.

Ajuste de dose na insuficiência renal em pacientes com dor neuropática ou epilepsia

O ajuste da dose é recomendado a pacientes com comprometimento de função renal (Tabela 3) e/ou em pacientes sob hemodiálise.

≥80

900 – 3600

50 – 79

600 – 1800

30 – 49

300 – 900

15 – 29

150b – 600

< 15

150b – 300

a A dose diária total deve ser administrada conforme a posologia de três vezes ao dia. As doses usadas para tratar os pacientes com função renal normal (clearance da creatinina > 80 mL/min) variam de 900 mg/dia a 3600 mg/dia. As doses devem ser reduzidas em pacientes com insuficiência renal (clearance da creatinina < 79 mL/min).
b Deve ser administrado 300 mg, em dias alternados.

Ajuste de dose em pacientes idosos

As mesmas doses recomendadas para adultos, tanto para epilepsia como para dor neuropática, podem ser administradas em pacientes idosos. Para pacientes com função renal comprometida, a dose deve ser ajustada conforme a Tabela 3.

Ajuste de dose em pacientes em hemodiálise

Para os pacientes submetidos à hemodiálise que nunca receberam Gabapentina (substância ativa), é recomendada uma dose de ataque de 300 mg a 400 mg e, posteriormente doses de 200 mg a 300 mg de Gabapentina (substância ativa) após cada 4 horas de hemodiálise.

Dose omitida

Caso o paciente esqueça de administrar Gabapentina (substância ativa) no horário estabelecido, deve fazê-lo assim que lembrar. Entretanto, se já estiver perto do horário de administrar a próxima dose, deve desconsiderar a dose esquecida e utilizar a próxima. Neste caso, o paciente não deve utilizar a dose duplicada para compensar doses esquecidas. O esquecimento da dose pode comprometer a eficácia do tratamento.

Fonte: Bula do Profissional do Medicamento Neurontin®.

Contraindicação de Gabapentina - Germed Pharma

A Gabapentina (substância ativa) é contraindicada a pacientes com hipersensibilidade à Gabapentina (substância ativa) ou a outros componentes da fórmula.

Fonte: Bula do Profissional do Medicamento Neurontin®.

Precauções

Embora não haja evidência de crises de rebote com a Gabapentina (substância ativa), a suspensão abrupta de anticonvulsivantes em pacientes epiléticos pode precipitar o estado de mal epilético.

Quando por julgamento clínico houver a necessidade de redução de dose, descontinuação ou substituição por um fármaco anticonvulsivante alternativo, isto deve ser feito gradualmente, durante no mínimo uma semana.

Geralmente, a Gabapentina (substância ativa) não é considerada eficaz no tratamento de crises de ausência.

O tratamento com Gabapentina (substância ativa) tem sido associado com tonturas e sonolência, que podem aumentar a ocorrência de lesões acidentais (quedas). Há também relatos, na pós-comercialização, de confusão, perda de consciência e comprometimento mental. Assim, os pacientes devem ser avisados para tomarem precauções até que estejam familiarizados com os potenciais efeitos da medicação.

Pacientes que necessitem de tratamento concomitante com opioides podem apresentar aumentos das concentrações de Gabapentina (substância ativa). Os pacientes devem ser observados cuidadosamente sobre sinais de depressão do sistema nervoso central (SNC), como sonolência, sedação e depressão respiratória e as doses de Gabapentina (substância ativa) ou de opioides devem ser reduzidas apropriadamente.

Não se deve ultrapassar o intervalo de 12 horas entre as doses de Gabapentina (substância ativa) para prevenir a reincidência de convulsões.

Reação alérgica com eosinofilia e sintomas sistêmicos

Reações de hipersensibilidade sistêmica fatal grave, como rash com eosinofilia e sintomas sistêmicos (DRESS), tem sido relatados em pacientes tomando antiepiléticos incluindo Gabapentina (substância ativa).

É importante notar que manifestações precoces de hipersensibilidade, tais como febre ou linfadenopatia, podem estar presentes mesmo que o rash não esteja. Caso esses sinais ou sintomas estejam presentes, o paciente deve ser avaliado imediatamente. A Gabapentina (substância ativa) deve ser descontinuada se uma etiologia alternativa para os sinais ou sintomas não puder ser estabelecida.

Anafilaxia

A Gabapentina (substância ativa) pode causar anafilaxia. Sinais e sintomas em casos relatados incluem:

Dificuldade em respirar, inchaço nos lábios, garganta e língua e hipotenção que requerem tratamento de emergência. Os pacientes devem ser instruídos a descontinuar imediatamente a Gabapentina (substância ativa) caso notem sinais e sintomas de anafilaxia e deverão procurar atendimento médico imediato.

Abuso e dependência

Casos de abuso e dependência foram relatados no banco de dados pós-comercialização. Como acontece com qualquer medicamento ativo no sistema nervoso central (SNC), avalie cuidadosamente os pacientes quanto a um histórico de abuso de medicamentos e observe-os quanto a possíveis sinais de abuso de Gabapentina (substância ativa).

Fertilidade

Não há efeito sobre a fertilidade em estudos com animais. 

Gravidez e lactação

A Gabapentina (substância ativa) atravessa a placenta humana.

Foram notificadas malformações congênitas e reaçoes adversas na gravidez com o uso de Gabapentina (substância ativa), entretanto, não há estudos adequados e bem controlados em mulheres grávidas e nenhuma conclusão definitiva pode ser considerada se a Gabapentina (substância ativa) está casualmente associada a um risco aumentado de malformações congênitas ou outras reações adversas de desenvolvimento quando usada durante a gravidez. O risco de defeitos no nascimento é aumentado pelo fator de 2-3 nos descendentes de mães tratadas com um medicamento antiepilético.

Estudos em animais demonstraram toxicidade reprodutiva. O risco potencial para o ser humano é desconhecido. A Gabapentina (substância ativa) só deve ser utilizada durante a gravidez se o benefício potencial para a mãe superar claramente o risco potencial para o feto.

A Gabapentina (substância ativa) é excretada no leite materno. Devido ao efeito no lactente ser desconhecido, deve-se ter cuidado em administrar Gabapentina (substância ativa) a lactantes.

Efeitos na habilidade de dirigir e operar máquinas

O paciente deve ser orientado a não dirigir ou operar máquinas potencialmente perigosas até que se saiba que o medicamento não afeta as suas habilidades de executar estas atividades.

Fonte: Bula do Profissional do Medicamento Neurontin®.

Mais informações

Código do produto: 59192
EAN: 7896004713281
Tipo de Medicamento: Genérico
Registro MS: 1058304320185
Classe Terapêutica: Antiepilépticos
Princípio Ativo: Gabapentina
Se persistirem os sintomas o médico deverá ser consultado. Gabapentina - Germed Pharma é um medicamento. Seu uso pode trazer riscos. Procure o médico e o farmacêutico. Leia a bula
1