Frete Grátis acima de R$120,00 *
38 lojas físicas desde 1958
Até 3X sem juros no cartão
Enviamos para todo o Brasil
Compra segura 100% protegida
14%

Alendil Cálcio D Com 4 Comprimidos

Código: 32169
Estoque: Disponível
De R$154,42
Por R$132,80
ou 3x de R$44,27 sem juros
ver parcelas
Quantidade:
Calculando frete e prazo
Calcule o frete

Comprar Alendil Cálcio D Com 4 Comprimidos com melhor preço e entrega em todo o Brasil. Conheça todas as apresentações de Alendil

Frete Grátis
acima de R$120,00 (*)
38 Lojas Físicas
desde 1958
Até 3X sem juros
a partir de R$100,00
OURO
Loja Ouro E-bit
eleita pelos consumidores

Para que serve Alendil Cálcio

Indicado para prevenção e tratamento da osteoporose e como complemento das necessidades orgânicas de cálcio. Este medicamento reúne um inibidor da reabsorção óssea, um complemento das necessidades orgânicas de cálcio mineral e a vitamina D, que auxilia na absorção de cálcio.

Como Usar Alendil Cálcio

- Alendronato: A dose recomendada é de um comprimido de 70 mg de alendronato por semana. O comprimido deve ser tomado em jejum, 30 minutos antes de ingerir o primeiro alimento, bebida ou medicação do dia, acompanhado exclusivamente de um copo com água filtrada (não usar água mineral). Recomenda-se não se deitar durante esse período.
- Carbonato de cálcio + vitamina D: A dose recomendada é de um a três comprimidos ao dia. Recomenda-se tomar os comprimidos durante as refeições ou conforme orientação médica.

Contraindicação de Alendil Cálcio

- Alendronato: O uso do alendronato é contraindicado em pacientes com antecedentes de hipersensibilidade à droga, hipercalcemia, distúrbios no metabolismo do cálcio, deficiência de vitamina D e em portadores de insuficiência renal.

- cálcio + vitamina D: O uso do carbonato de cálcio + vitamina D é contraindicado nos casos de hipercalcemia (alta concentração de cálcio no sangue), hiperparatireoidismo (excesso de funcionamento das glândulas paratireóides), hipervitaminose D (alta concentração de vitamina D), estado de má absorção, osteólise neoplásica (reabsorção óssea causada por tumores), sarcoidose, aterosclerose, constipação intestinal (prisão de ventre), desidratação, hiperfosfatemia (nível alto de fósforo no sangue), pedras nos rins, tumores com metástases calcificadas, doença renal e hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da fórmula.

Precauções

- Alendronato: O uso do alendronato deve ser cauteloso em pacientes com distúrbios do trato gastrintestinal superior, como disfagia, doença esofagiana sintomática, gastrite, duodenite e úlcera.
A eficácia e segurança do uso do alendronato em pacientes pediátricos ainda não foi estabelecida.

- Carbonato de cálcio + vitamina D: Na hipercalciúria, bem como na insuficiência renal crônica, ou quando há propensão à formação de cálculos renais, deve-se realizar monitorização da excreção urinária de cálcio e, se necessário, a dose deve ser reduzida ou o tratamento interrompido.

- Em pacientes com acloridria ou hipocloridria, a absorção de cálcio pode estar reduzida, a menos que este seja administrado durante as refeições. Recomenda-se monitorização regular da concentração de cálcio em pacientes recebendo doses farmacológicas da vitamina D, principalmente em crianças e pacientes com doenças cardíacas, especialmente no início do tratamento e caso surjam sintomas sugestivos de toxicidade.
- As concentrações plasmáticas de fosfato devem ser controladas durante o tratamento com vitamina D, visando a redução do risco de calcificação ectópica.
É conhecido que a suplementação da dieta com vitamina D pode ser prejudicial para pessoas que já recebem o aporte adequado por meio da dieta e da exposição à luz solar, visto que a diferença entre as concentrações terapêutica e tóxica é relativamente pequena.

População Especial

- Uso em pacientes idosos:
Não há restrição posológica quando o produto é administrado a pacientes idosos com a função renal normal. O uso prolongado de cálcio em idosos pode provocar constipação intestinal.

Superdosagem

Em caso de superdosagem procurar o médico urgentemente, para que sejam tomadas as medidas necessárias.
Alendronato: Não há informações específicas relativas ao tratamento da superdosagem com o alendronato. Eventos adversos gastrintestinais, tais como mal-estar gástrico, pirose, esofagite, gastrite ou úlcera podem ocorrer como consequência da superdosagem por via oral. Deverá ser considerada a administração de leite ou antiácidos, que se ligam ao alendronato.
Carbonato de cálcio + vitamina D: Sintomas: reações gastrintestinais e (somente em pacientes que receberam altas doses de vitamina D) sinais e sintomas de hipercalcemia, ou seja, diminuição do apetite, náusea, vômito, constipação, dor abdominal, fraqueza muscular, poliúria, sede, sonolência e confusão. Em casos severos, coma ou arritmias cardíacas.
Tratamento: interrupção do uso. Na hipercalcemia severa, instituir infusão de solução de cloreto de sódio, diurese forçada e fosfato oral.

Mais informações

Código do produto: 32169
Código de Barras: 7898040321567
Tipo de Medicamento: Referência
Registro MS: 1039001750020
Classe Terapêutica: Bisfosfonatos Para Osteoporose E Alterações Relacionadas
Princípio Ativo: Alendronato de sódio + Carbonato de Cálcio + Vitamina D
Se persistirem os sintomas o médico deverá ser consultado. Alendil Cálcio é um medicamento. Seu uso pode trazer riscos. Procure o médico e o farmacêutico. Leia a bula

Opiniões sobre o produto

1 avaliações
Excelente!
Recomendo muito
Ótima reconstrução óssea.Fortalece o osso e deixa ele bem mais resistente.Recomendo!
1